Tesouro Direto: taxas dos títulos públicos operam em alta nesta sexta-feira

Tesouro Direto: taxas dos títulos públicos operam em alta nesta sexta-feira

19 de junho de 2020 0 Por Renato Ojima

Dando prosseguimento ao movimento já observado na sessão passada, as taxas dos títulos públicos negociados pelo Tesouro Direto operam em alta na manhã desta sexta-feira.

Entre os prefixados, o prêmio do título com vencimento em 2023 subia de 4,23%, na tarde de ontem, para 4,26%, nesta manhã. O juro pago pelo mesmo papel com prazo em 2026, por sua vez, era de 6,43% na abertura dos negócios, ante 6,36% na tarde de ontem.

Entre os títulos indexados à inflação, o prêmio do Tesouro IPCA+ 2026, que na sessão passada estava em 2,62%, avançava hoje para 2,67%. A taxa do mesmo papel com vencimento em 2035, que ontem era negociada a 4,04%, subia nesta manhã para 4,05%.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos ofertados nesta quinta-feira (18):

td-19.06-manha.jpg (678×623)

Sem indicadores importantes divulgados no dia, os investidores seguem acompanhando com atenção os desdobramentos da prisão de Fabricio Queiroz, ex-assessor de Flávio Bolsonaro, encontrado pela polícia na casa do advogado do presidente da República.

Na avaliação do time de política da XP, a prisão do amigo pode ser um “ingrediente poderoso para a desestabilização do presidente.”

Em outra frente, por 10 votos a 1, o Supremo Tribunal Federal (STF) decidiu a favor da constitucionalidade do inquérito aberto pelo próprio tribunal, para apurar a divulgação de fake news (notícias falsas) e ameaças contra integrantes da Corte.

Com a decisão, as medidas de buscas e apreensões e quebras de sigilo realizadas contra empresários e acusados de financiar, difamar e ameaçar ministros pelas redes sociais também ficam validadas.

Na tarde de ontem, o presidente da República comentou sobre o patamar dos juros, após nova redução promovida pelo Banco Central (BC). “A taxa Selic foi para 2,25%, nunca se sonhava em ter essa taxa no Brasil. Não entendo quase nada de economia, mas, apesar dos problemas que o mundo enfrenta, vai indo muito bem, sob liderança do Paulo Guedes”, afirmou Bolsonaro.

Cenário externo

No fronte global, o otimismo prevalece entre os investidores, atentos à reunião dos líderes das 27 economias da União Europeia, que discutem um novo programa de estímulo de 750 bilhões de euros (equivalente a US$ 840 bilhões) para ajudar no processo de recuperação econômica.

Contudo, de acordo com a Bloomberg, não houve consenso sobre um plano de recuperação.

Nos Estados Unidos, está programado para hoje o vencimento quádruplo de futuros e opções de índices e ações, o que pode gerar volatilidade nas bolsas.

Dando prosseguimento ao tema da guerra comercial, o presidente americano, Donald Trump, ameaçou na quinta-feira mais uma vez cortar os laços com a China, embora o próprio representante comercial dos Estados Unidos tenha sugerido que essa medida seria inviável.

Por outro lado, a China disse que planeja acelerar as compras de produtos agrícolas americanos para cumprir a primeira fase do acordo comercial, o que repercutiu positivamente nos futuros americanos.