Opas pede que países aumentem a capacidade de testagem para combate ao coronavírus

Opas pede que países aumentem a capacidade de testagem para combate ao coronavírus

20 de abril de 2020 0 Por Renato Ojima


Diretora da entidade, que é o escritório regional da OMS nas Américas, declarou que os testes são fundamentais para basear estratégias de combate à pandemia. Entidade afirmou que enviará 1,5 milhão de testes nesta semana para toda a região. 21 de abril, Brasília: agente de saúde mostra testes rápidos para detecção de Covid-19 no Estádio Mané Garrincha.
Evaristo Sá/AFP
A diretora da Organização Pan-Americana de Saúde (Opas), escritório regional da OMS para as Américas, pediu nesta terça (21) que os países aumentem a capacidade de testagem para detecção da Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus.
"É importante expandir e acelerar os testes para monitorar a propagação da Covid-19 nas Américas", disse Carissa Etienne, que é da Dominica.
Ela reconheceu a dificuldade de expandir a testagem, mas afirmou que os testes são uma medida essencial para conter a pandemia. Etienne também reforçou que os testes PCR, que detectam o vírus em uma amostra, são considerados o "padrão ouro" para diagnóstico da doença.
A entidade anunciou que enviará 1,5 milhão de testes PCR, nesta semana, para toda a região, e outros 3 milhões na próxima semana. Não foi especificado, entretanto, quantos testes foram enviados para cada país. A organização informou que já mandou mais de 500 mil testes para 34 países e territórios nas Américas.
Até a semana passada, conforme levantamento feito pelo G1, metade dos países com transmissão comunitária do novo coronavírus estava nas Américas.
A diretora da Opas também reforçou que a testagem é essencial para elaborar estratégias de combate ao vírus.
“Estamos lutando contra um inimigo invisível, não apenas porque o vírus não pode ser visto a olho nu, mas porque não temos uma imagem completa de como a Covid-19 está afetando nossas sociedades”, declarou Carissa Etienne. "Precisamos de uma visão mais clara de onde o vírus está circulando e quantas pessoas foram infectadas para orientar nossas ações” , completou.
Até esta terça-feira (21), o Brasil tinha 41.158 casos e 2.624 mortes por Covid-19, segundo levantamento feito pelo G1 junto às secretarias estaduais de Saúde. Veja as recomendações para evitar o contágio pelo novo coronavírus
Initial plugin text