Mercado com alta volatilidade exige ainda mais técnica de operadores de day trade, afirma analista

Mercado com alta volatilidade exige ainda mais técnica de operadores de day trade, afirma analista

21 de agosto de 2020 0 Por PlanodeVida

Trading graph on the cityscape at night and world map background,Business financial concept

SÃO PAULO –  Quando o assunto é operar no day trade, a volatilidade do mercado assume um papel de suma importância nas negociações, já que serve de referência para a maior parte das estratégias de mensuração de riscos na compra e venda de ativos.

Contudo, assim como explica Aliakyn Perereira de Sá, analista da XP Investimentos e trader profissional, quanto mais volátil o mercado está, maior é a exigência de técnica de operação por parte do investidor.

“Quando o preço de um ativo está muito volátil, é sinal de que sua cotação, em relação às flutuações do mercado, oscila muito, tornando sua compra arriscada. Por outro lado, isso proporciona uma maior possibilidade de lucro no curtíssimo prazo, mas é preciso técnica para lidar com um mercado com esse comportamento.”

Segundo Aliakyn, é por meio das métricas de volatilidade que se torna possível entender o histórico de um ativo, qual a probabilidade de ele subir ou cair, de acordo com o período de tempo preestabelecido. Para conhecer os princípios básicos da análise técnica, clique aqui.

“Quando operamos com scalping, fazemos uma análise bastante pautada na variação do preço do ativo, levando consideração a volatilidade dele. Assim, conseguimos ter uma noção maior de qual será a estimativa de oscilação do seu preço no futuro e desenhar nossa estratégia a partir desses dados”, explica.

Scalp trade é uma modalidade de operação de day trade que se baseia nas pequenas variações de preço que acontecem no intraday. Nela, o trader foca em realizar uma quantidade elevada de operações rápidas para atingir seu objetivo financeiro.

Nesta semana, o analista disponibilizou um treinamento gratuito de 5 aulas sobre análise técnica, com foco em scalping. O conteúdo é 100% online e você pode ser inscrever acessando este link.

Segundo Aliakyn, com essa estratégia, pouco tempo de exposição ao mercado pode já ser suficiente para obter bons retornos, caso o trader tenha uma boa técnica de gerenciamento de risco.

“As operações com scalp são rápidas e os retornos vão se somando um a um. Caso o movimento do mercado esteja mais direcional, essas operações são favorecidas e é questão de pouco mais de uma hora para o scalper conseguir extrair sua meta”, afirma.

Para quem tem interesse em começar agora a operar com scalping, Aliakyn afirma que o capital inicial não precisa ser grande e recomenda o índice (derivativo do índice ibovespa) como ativo para as operações.

“O índice é um dos ativos mais líquidos do mercado, o que facilita as operações de curtíssimo prazo, como as de scalp trade. Não é preciso muito capital para começar, já que as margens hoje são bem acessíveis, rondando valores abaixo de 100 reais. Mas é fundamental que o investidor saiba fazer um bom gerenciamento de risco”, afirma.

O analista também reforça a existência do risco nas operações da modalidade.

“É importante saber que há risco e que é necessário conhecimento técnico para realizar esse tipo de operação. Por isso, meu objetivo é ensinar os princípios desse mercado para quem interesse e mostrar para as pessoas o básico da construção de uma estratégia com gerenciamento de risco”, declara.

As aulas do curso gratuito de scalp ministrado por Aliakyn já estão disponíveis e podem ser acessadas aqui.

The post Mercado com alta volatilidade exige ainda mais técnica de operadores de day trade, afirma analista appeared first on InfoMoney.