Ibovespa termina o semestre com queda de 17,8%, mas tem melhor trimestre desde 2003; dólar sobe 35,6% no ano

Ibovespa termina o semestre com queda de 17,8%, mas tem melhor trimestre desde 2003; dólar sobe 35,6% no ano

30 de junho de 2020 0 Por Renato Ojima

O Ibovespa fechou em queda de 17,8% em um semestre histórico, marcado pela eclosão do coronavírus, que resultou em nada menos que seis circuit breakers na B3, a maior quantidade já registrada de acionamentos do mecanismo em um único ano. Durante a crise de 2008, o circuit breaker foi acionado cinco vezes.

A queda semestral do benchmark foi também digna de nota por ser a maior desde o segundo semestre de 2015, quando o principal índice acionário da B3 desabou 18,3%.

No mesmo período, o dólar disparou 35,6%, maior valorização da moeda dos Estados Unidos ante o real desde o segundo semestre de 2008, quando o dólar disparou 60,7%.

Segundo Bruce Barbosa, analista da Nord Research, na máxima do ano, atingida no dia 24 de janeiro, em que o Ibovespa bateu 119.593 pontos, muitos investidores estavam entrando em ativos de risco e tiveram um choque com a pandemia.

“Não foi a primeira pandemia que surgiu na Ásia, mas fomos pegos no contrapé pelo grau do contágio na Covid-19”, avalia. Para ele, isso gerou uma quebra de expectativas muito forte, pois o País caminha na direção que o mercado considera correta, com a aprovação da Reforma da Previdência e encaminhamento das Reformas Administrativa e Tributária, e todo o otimismo acabou varrido pelas circunstâncias.

“O pessoal via o [Produto Interno Bruto] PIB melhorar e acabamos voltando alguns passos para trás”, explica.

Por outro lado, no segundo trimestre a Bolsa subiu 31% – maior alta desde 2003 –, recuperando boa parte das perdas do semestre, algo que Barbosa atribui a um exagero na queda inicial. “A Bolsa a 60 mil pontos não fazia nenhum sentido com os resultados das empresas mesmo tirando um ano de valuation das empresas. E em nenhum lugar do mundo a Bolsa caiu 50%”, ressaltou.

O aumento na liquidez provida pelos bancos centrais do mundo, a esperança de uma vacina contra o coronavírus e a reabertura econômica de diversos países que passaram por quarentenas impulsionaram a Bolsa nos últimos três meses.

Para o futuro, Barbosa espera que a Bolsa siga como uma oportunidade de investimento melhor que o CDI, atualmente em sua mínima histórica, pois acredita que estruturalmente as condições macroeconômicas do País mudaram.

Último dia de junho de 2020

 

Hoje o Ibovespa fechou em queda de 0,71% a 95.055 pontos com volume financeiro negociado de R$ 27,25 bilhões.

No radar, os temores em torno da Covid-19 não se acabaram. Tedros Adhanom Ghebreyesus, presidente da Organização Mundial da Saúde (OMS), disse que a pandemia está longe de terminada e que “o pior ainda está por vir”.

Enquanto isso, o dólar comercial subiu 0,27% a R$ 5,4387 na compra e a R$ 5,44 na venda. Já o dólar futuro para julho opera em alta de 1,25% a R$ 5,476 no after-market.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 teve queda de um ponto-base a 2,92%, o DI para janeiro de 2023 caiu três pontos-base a 4,02% e o DI para janeiro de 2025 recuou seis pontos-base a 5,68%.

A China mostrou durante a madrugada Índices de Gerentes de Compras (PMI) do setor de serviços e manufatura mais fortes que o esperado. O indicador industrial chegou a 50,9 pontos em junho, contra os 50,4 pontos esperados pelo mercado e o de serviços ficou em 54,4 pontos. Vale lembrar que o PMI indica expansão da atividade econômica acima de 50 pontos e retração abaixo dos 50 pontos.

Os números de vendas de imóveis nos Estados Unidos, divulgados na segunda-feira, também foram melhores que o esperado. As vendas pendentes de imóveis subiram 44,3% em maio, mostrando mais uma vez a força da recuperação da economia americana.

Por outro lado, o parlamento chinês aprovou nesta terça-feira a controversa lei de segurança nacional para Hong Kong, informou a imprensa do território semi-autônomo, levantando temores de uma repressão por qualquer oposição política na ex-colônia britânica e com potencial de aumentar as tensões entre EUA e China.

Por aqui, a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad) Contínua mostrou que a taxa de desemprego no país subiu para 12,9% no trimestre encerrado em maio, atingindo 12,7 milhões de pessoas, em meio à pandemia do novo coronavírus.

O resultado ficou abaixo da mediana das estimativas dos analistas ouvidos pela Bloomberg, calculada em 13,1%.

Além do novo coronavírus, cientistas chineses identificaram um subtipo de vírus da gripe em porcos que pode infectar humanos e apresenta potencial para gerar uma nova pandemia. O novo patógeno é variedade predominante do vírus influenza e derivado do H1N1, grupo de vírus do qual um outro subtipo causou a pandemia de gripe de 2009, que matou cerca de 250 mil pessoas no mundo.

Entretanto, biólogos ressaltam que o vírus ainda não é transmitido de humano para humano, de modo que não é uma preocupação imediata.

Tensão política

O grupo conhecido como “Centrão” quer garantir mais recursos para as prefeituras em troca do apoio ao adiamento das eleições e apostam que o presidente Jair Bolsonaro irá apoiar a negociação, informou o jornal Folha de S.Paulo.

Mas essa não é a única preocupação política do presidente. Segundo o jornal, a operação Anjo, deflagrada em 18 de junho, avançou alguns passos na elucidação dos laços de Fabrício Queiroz e da família Bolsonaro com as milícias do Rio de Janeiro.

O Ministério Público revelou um encontro suspeito entre o advogado do senador Flavio Bolsonaro, Luis Gustavo Botto, e familiares do ex-capitão do Bope Adriano Magalhães da Nóbrega, apontado como chefe de uma milícia.

Também participou dessa reunião a mulher de Queiroz, Márcia Aguiar, que segue foragida. O objetivo seria elaborar um plano de fuga para a família do ex-assessor de Flavio Bolsonaro com a ajuda de Adriano.

Panorama corporativo

O Ministério da Agricultura informou que a China suspendeu importações de três unidades processadoras de carne do Brasil. A ação teria sido motivada pelas preocupações do governo chinês em conter um novo surto do novo coronavírus.

Segundo a agência Reuters, uma unidade operada pela Marfrig na cidade de Várzea Grande (MT) é uma das suspensas. Além disso, segundo informações no site do Mapa, uma unidade de frangos da JBS, em Passo Fundo (RS), foi suspensa pela China na última sexta-feira e outra da Minuano, em Lajeado, também está impedida temporariamente de exportar aos chineses.

As empresas não comentaram o assunto.

Já a Petrobras informou, na segunda-feira à noite, que deu início ao processo de venda da totalidade de sua participação no campo de Tartaruga, localizado em águas rasas da Bacia de Sergipe-Alagoas.A estatal possui 25% de participação no campo, do qual a Maha Energy é a operadora, com 75% de participação.O processo de venda tem início com a etapa de divulgação de oportunidade (“teaser”), quando a empresa anuncia as principais informações sobre o ativo.
A estatal informou ainda que as quatro plataformas instaladas no campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos, alcançaram no dia 27 de junho novos recordes de produção. foram 664 mil barris de óleo por dia (bpd) e 822 mil barris de óleo equivalente por dia (boed).O campo de Búzios é o maior em águas profundas do mundo.O recorde anunciado nesta segunda-feira supera uma marca anterior das quatro plataformas divulgada em 11 de março, que era de uma produção diária de 640 mil barris e de 790 mil barris de óleo equivalente.
Sobre resultados corporativos, o IRB Brasil informou que fechou o primeiro trimestre com um lucro líquido de R$ 13,874 milhões, em queda de 92% em relação aos primeiros três meses de 2019.Na segunda-feira à noite, a Ecorodovias divulgou lucro líquido de R$ 103,3 milhões no primeiro trimestre de 2020, alta de 23% em relação ao mesmo período do ano passado.Já a receita líquida pró-forma da empresa ficou em R$ 768 milhões entre janeiro e março deste ano, aumento de 15,6%. O Ebitda pró-forma foi de R$ 530,4 milhões — um salto de 17,8% na comparação anual.
No caso da Tupy, o resultado do primeiro trimestre foi um prejuízo líquido de 207,5 milhões, comparado ao lucro de R$ 80,442 milhões visto um ano antes.A receita da companhia ficou em R$ 1,093 bilhão, o que representa uma queda de 14,7% na comparação anual. Já o Ebitda ajustado da empresa foi de R$ 164,6 milhões no primeiro trimestre deste ano, aumento de 20,2% sobre o resultado do mesmo período do ano passado.