Day trade com minicontratos de dólar: como isso funciona?

Day trade com minicontratos de dólar: como isso funciona?

8 de outubro de 2020 0 Por PlanodeVida

Financial Data Analysis Graph Over One Hundred American Dollar Bill

SÃO PAULO – Quando o assunto é bolsa de valores, muitos já pensam em ações. No entanto, não é só de ações que vive um trader.

“No mercado, há vários traders que optam por também operar minicontratos, que são ativos no mercado futuro. Esses contratos são uma espécie de acordo de compra e venda de índices ou commodities, negociados em bolsa, mas referentes a uma data futura”, explica Wilson Neto, analista da Clear Corretora.

Neto conta que esse tipo de negociação no mercado futuro conta com dois tipos de investidores: os que buscam reduzir os riscos de suas operações e os especuladores. Para entender mais sobre as operações de day trade, clique aqui. 

“São os especuladores que detém a capacidade de prever os movimentos do mercado e é nesta posição que um trader pode lucrar. No caso dos minicontratos de dólar, que também são conhecido como mini dólares, é como se o operador estivesse estimando quanto o dólar estará valendo daqui a um mês”, esclarece.

Fernando Ferreira, de 35 anos, é professor de matemática e um dos players que atuam neste mercado. Ele conta que conheceu os minicontratos de dólar por meio do canal do YouTube de Neto. Hoje, as operações com tais ativos fazem parte da sua rotina.

“Comecei operando com pouco e só depois de dois ou três meses que peguei pra estudar mesmo. É um mercado que se movimenta bastante. Por isso, é bom você pegar o jeito antes de sair apostando suas reservas. Hoje em dia, por conta da pandemia, o número de aulas que costumo dar diminuiu e os trades é que estão me ajudando a compensar essas perdas”, conta.

E quanto às perdas? Ferreira conta que, apesar delas, operações como mini dólar ainda valem a pena. “Já perdi muito e ganhei também. No final compensa, pois meus ganhos superam as perdas, mas é preciso muito autocontrole e disciplina para não deixar o mercado tomar conta de você”, afirma.

Neto é analista técnico e especialista em operações com minicontratos de dólar. Nesta semana, ele preparou uma série gratuita sobre day trade com minicontratos de dólar. Segundo ele, o objetivo da série, que recebeu o nome de “Semana dos Vencedores”, é ajudar as pessoas a entenderem o básico do funcionamento do mercado e terem uma base para estudar mais sobre essas operações.

“O grande problema é que muitos acham que é só sair comprando e vendendo, mas não é assim. É importante conhecer o funcionamento deste mercado e as particularidades dele”, afirma.

Segundo Neto, a possibilidade de ganhar de acordo com a movimentação do próprio mercado é um das vantagens de se operar nele, já que o trader consegue operar tanto vendido quanto comprado. Mas é preciso ter cautela.

“Por ser um mercado bastante volátil, é possível ganhar tanto na alta quanto na baixa. Quando já detém a técnica necessária, o operador sabe analisar os dados e identificar a hora de entrar e a hora de sair. O ideal é entrar com a estratégia desenhada para não ser surpreendido”, explica.

“É um mercado de risco e é preciso entender esses riscos para que você fique atento. Não adianta chegar achando que você vai conseguir entrar nesse mercado sem saber nada. Por isso, é muito importante entender o básico antes de colocar a cara para bater, e é isso que eu quero passar para as pessoas”, afirma.

Neto ainda lembra que rendimentos passados não são garantia de ganhos futuros, e sugere que cada investidor comece operando com pouco.

“Day trade é feito para quem está disposto a tomar risco, então é um mercado para quem tem um perfil mais agressivo. Estamos falando de um mercado com grandes players e com muita alavancagem, então é bem importante ter ciência desses riscos para conseguir administrá-los”, diz.

Os primeiros episódios da “Semana dos Vencedores” já estão disponíveis e podem ser acessados neste link.

The post Day trade com minicontratos de dólar: como isso funciona? appeared first on InfoMoney.