7 dicas para planejar as férias dos seus sonhos

7 dicas para planejar as férias dos seus sonhos

26 de outubro de 2018 2 Por PlanodeVida

Muitas pessoas aproveitam as férias para viajar — para outras cidades, outros estados e até outros países. Essa é uma forma de conhecer novos lugares, descontrair e também de rever parentes e amigos que moram longe.

Mas, para que tudo dê certo e você realmente consiga descansar e se divertir, é preciso se programar — e o principal fator a ser considerado é o dinheiro. Não importa se a viagem será em carro próprio, em ônibus ou avião, pois a capacidade de bancar o passeio será sempre uma grande necessidade. A seguir, trazemos 7 dicas para você planejar as férias com que sempre sonhou! Vamos lá!

1. Faça uma poupança

Poupar para viajar é indispensável. Mas como poupar?

Você pode abrir uma conta-poupança em algum banco e usufruir os pequenos rendimentos que ela oferece. A Caderneta de Poupança ainda é segura e, sobre ela, não incidem impostos.

Mas você também pode poupar em casa mesmo, desde que seja disciplinado. Para isso, deverá escolher um local seguro para guardar seu dinheiro. Pode ser uma gaveta fechada a chave, um cofre, um “porquinho” ou até mesmo embaixo do colchão ou dentro de uma arca, como faziam nossos ancestrais.

2. Defina o valor que será poupado

Você deve também definir que quantidade deverá ser reservada mensalmente. Para isso, é necessário considerar o preço da passagem ou o consumo de combustível, o que será gasto em hotel e com alimentação, a quantidade de pessoas que participarão da viagem, os dias que passarão fora de casa e outras coisas.

O valor varia muito. Por exemplo, se você for para a casa de algum parente, não gastará com hospedagem. Se sua viagem for para fora do país, os custos tendem a ser maiores. Avalie também se é melhor ir de carro próprio ou de avião ou ônibus.

3. Pense em como fazer investimentos

Outra possibilidade ao planejar as férias é fazer investimentos diversificados e não se limitar somente à poupança. Investimentos de renda fixa ou variável podem te ajudar a aumentar sua receita.

Uma dica é fazer investimentos em médio e longo prazo. O tempo é sempre um aliado quando se trata de multiplicar seu dinheiro. Títulos do governo federal, debêntures, CDBs, letras financeiras, letras de câmbio, ações, ouro e fundos de investimentos (de renda fixa, imobiliários, multimercado, de ações etc.) são exemplos de como fazer bons investimentos.

Regra de ouro dos investimentos: diversifique sua carteira para reduzir riscos e aumentar suas chances de lucrar!

4. Organize sua vida financeira

Para planejar as férias, é fundamental organizar a vida financeira. Na verdade, poucas pessoas conseguem gerenciar bem suas finanças. É preciso manter sob controle receitas e despesas, nunca gastando mais do que se recebe.

O importante é que você equilibre suas despesas com sua renda mensal média. É difícil, para muitos, alinhar seus gastos com sua renda, contudo, se isso não for feito, jamais você conseguirá ter controle sobre sua vida financeira.

5. Evite compras desnecessárias

Corte gastos! Se você realmente deseja fazer uma boa viagem, o esforço vale a pena. Para que ficar gastando com coisas que não precisa, nem usa? Não seja uma vítima do consumismo — reaja e lute contra ele!

Não se deixe dominar pelo impulso de ficar comprando coisas somente por comprar. Esse hábito leva ao endividamento e/ou à inadimplência e acaba limitando as possibilidades da pessoa, impedindo que ela realize seus sonhos.

Também é recomendado moderar o lazer, procurando opções mais baratas. Na verdade, há opções de lazer que podem ser realizadas dentro de casa mesmo

6. Use ferramentas tecnológicas para controlar suas finanças

Hoje existem softwares que ajudam a controlar suas finanças com mais precisão, como GuiaBolso e Mobills por exemplo. Eles poderão te ajudar a planejar as férias que deseja.

Há muitos aplicativos que podem ser instalados em celulares ou acessados na nuvem que permitem a realização desse controle.

Eles ajudam a separar receitas e despesas, a definir prioridades, a manter a atenção voltada para seus objetivos.

7. Escolha destinos de acordo com suas condições

Procure os planos mais adequados ao seu perfil. Há diversas companhias aéreas que oferecem vantagens e todas contam com programas de fidelidade. Assim, é possível encontrar boas oportunidades — basta fazer uma pesquisa mais cuidadosa!

Considere, por exemplo, uma viagem aérea que determinada empresa oferece aos seus clientes na época de Natal. Em um pacote de 5 dias para 2 adultos, com destino a Gramado, no Rio Grande do Sul, e tendo como ponto de partida a cidade do Rio de Janeiro, cada passageiro paga R$ 3.500,00 (podem ser parcelados em até 12 vezes).

Os serviços do pacote incluem transporte (passagem de ida e volta), traslado (da chegada e saída do aeroporto de Porto Alegre até um hotel em Gramado), a hospedagem (diárias com café da manhã ou meia pensão) e um passeio panorâmico por Gramado.

Se você deseja viajar para fora, considere que é possível encontrar pacotes mais baratos que os nacionais. Por exemplo, uma viagem São Paulo–Cancún, no México, de 7 dias, incluindo duas pessoas adultas (sem direito a café), é ofertada por certa empresa pelo valor individual de R$ 2.442,00 — com a possibilidade de parcelamento em até 10 vezes.

A mesma empresa oferece um pacote de viagem de Belo Horizonte (MG) a Paris (França), nas seguintes condições:

  • 2 adultos;
  • 5 dias;
  • hospedagem sem café;
  • R$ 4.182,00 por pessoa;
  • parcelamento em até 10 vezes.

Como se percebe, somente a pesquisa vai revelar os melhores pacotes, sejam para viagens nacionais, sejam para viagens internacionais.

8. Conte com o apoio de plataformas especializadas em gestão financeira

Existem plataformas online que oferecem assessoria financeira e planejamento de orçamento para seus clientes. Dessa forma, você poderá contar com orientação de boa qualidade para administrar seu dinheiro e planejar as férias com mais confiança.

Essas plataformas são úteis em diversos momentos de nossas vidas, pois ajudam o cliente a alcançar seus objetivos, sejam eles quais forem: férias, compra de um imóvel ou carro, aposentadoria, escolha do melhor investimento e assim por diante.

A educação financeira é a base do sucesso de qualquer planejamento. Além disso, uma decisão tomada em parceria pode ser mais sóbria, escolhendo um destino que satisfaça a todos sem causar grandes estragos no bolso.

Como foi possível notar, não é complicado planejar as férias. Mas, certamente, você precisará de disciplina e de uma boa administração de seu dinheiro!

Gostou das dicas que apresentamos? Aproveite para assinar a nossa newsletter e receber novidades no seu e-mail!